Apresentação do Projecto

 

O Pico é um sistema informático com objectivos educacionais que compreende um processo de integração da tecnologia nos contextos de actividade dos educadores e dos alunos, disponibilizando não só ferramentas tecnológicas mas, principalmente, estratégias para a sua utilização numa perspectiva de aprendizagem. O Pico serve de apoio ao Ensino/Aprendizagem de alunos com Paralisia Cerebral, que visa oferecer um ambiente educativo adaptado às características do aprendiz. Da forma que foi concebido e implementado, o Pico capacita profissionais do ensino especial a interagir e a configurarem a aplicação de modo a tirarem o melhor proveito das novas tecnologias de informação e comunicação nos seus ambientes de trabalho.

Perante as dificuldades destes alunos, a comunicação em geral, e em particular através da fala, com o mundo exterior é altamente deficiente e difícil. Por isso, é fundamental e necessário ensinar-lhes o quanto antes um Sistema Alternativo e Aumentativo de Comunicação (SAAC).
Sistema Alternativo e Aumentativo de Comunicação (SAAC) é o conjunto integrado de técnicas, ajudas, estratégias e capacidades que a pessoa com dificuldades de comunicação usa para interagir com o mundo que a rodeia.

Neste projecto criou-se um sistema interactivo suportado pelo computador que permite auxiliar no ensino dos alfabetos visuais a crianças com Paralisia Cerebral. Sendo este destinado a instituições como, por exemplo, a APPC (Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral), o seu custo deve ser o mínimo possível uma vez que estas associações têm enormes dificuldades para adquirir software educativo.

O Pico permite ao terapeuta usar símbolos de vários alfabetos visuais na concretização das suas actividades (embora neste momento só esteja disponível o SPC). Os educandos podem construir frases, ter acesso a algumas actividades de entretenimento, ouvir histórias (ainda não implementada) e construir as suas próprias histórias.
Assim sendo, o Pico funciona como mediador na realização de actividades educativas que permitam a formação destas crianças em áreas distintas do conhecimento.